Nanowrimo 2015: Dias 4a 6 – O primeiro percalço!

E o Nanowrimo continua!

O dia 4 correu como o normal, rendendo-me 1991 palavras. Na quinta-feira senti-me doente e não consegui dar o devido rendimento e hoje ainda estou a recuperar. Estou umas 2000 palavras atrasado em relação ao ano passado.
Continuo de volta aos contos. Continuo a levantar-me às 6 da matina, hoje foi o único dia em que não fiz para poder descansar do dia de ontem. O avanço inicial todas as manhãs ajuda bastante. Assim, quando chega à noite, já tenho uma boa porção feita e custa muito menos chegar ao total programado. A minha média horária está muito acima das 500 palavras, é como se continuassem em ritmo de Word War.
Terminei mais três contos, que pertencem todos ao universo das Crónicas de Porto e Galiza. Ainda tenho que explorar muito neste mundo. Tanto que comecei mais dois contos, que ando a escrever aos solavancos. Ainda faltam pontas para atar no universo da Era Dourada, mas decidi deixar para mais tarde, quem sabe daqui a alguns dias ainda neste Nanowrimo. O interessante foi que os contos ficaram quase todos acima do limite de palavras que tinha previsto, o que não costuma a acontecer quando estou a escrever sobre pressão.
Nos próximos três dias espero terminar estes dois contos e começar a reescrever alguns capítulos do Jarro de Porcelana. Creio que terei de fazer um novo plano em breve, mas vou adiar até recuperar o atraso. Espero que este fim-de-semana seja produtivo.

Leia também

Deixar uma resposta