Nanowrimo 2014: Dia 29 – O Eco-Fascismo

No penúltimo dia do Nanowrimo escrevi mais 1172 palavras, chegando ao maravilhoso total de 49029. Estou mesmo na recta final!
Quem sabe o que é o Eco-Fascismo? Até hoje, no nosso planeta, não houve nenhum governo eco-fascista. Por isso, decidi pegar nessa premissa para escrever um livro. Em que medida o eco-fascismo se distância do fascismo que conhecemos (por exemplo do que assolou a Europa durante o século XX)? Este é feito por motivos ambientais ao invés de uma superioridade de um determinado povo. Defendem uma redução populacional e uma grande perda de direitos individuais em benefício da natureza. Um bom exemplo real pode ser encontrado aqui. Em que medida uma ditadura global ecológica poderia afectar o nosso planeta? Isso foi a questão a que eu tentei responder em “O Canto do Rouxinol”.

Leia também

Deixar uma resposta