Livros: Mais que Humano

Encontrei este livro na prateleira. Lembro-me de o ter adquirido numa promoção há uma ano ou dois.

Autor: Theodore Sturgeon

Sinopse: Algures no mundo existem seis pessoas que separadas não passam de excluídos, seres desajustados. Mas uma força inconcebível vai uni-los e, um dia, talvez consigam juntar os seus singulares poderes e transformar o mundo. São uma nova entidade cuja génese e maturação não será pacífica. Foi talvez a primeira vez que alguém levou tão longe, na ficção, o tratamento do tema da mutação da Humanidade. Esta obra, publicada pela primeira vez em 1953, é uma referência incontornável dos primórdios da ficção científica, é um clássico e uma fabulosa aventura da imaginação ainda nunca ultrapassada. Para além disto, é um livro de leitura compulsiva. Um romance distinguido com o International Fantasy Award.

Desde o primeiro momento que a história nos prende, apesar de ter um ritmo bastante lento. As revelações vão surgindo, de modo que o leitor compreenda o que se está a passar mas não totalmente. As personagens são interessantes e com muita profundidade. Compreendem-se bem as motivações dos intervenientes e o autor preocupou-se em fundamentá-las numa base sólida. O tema é muito interessante e ainda não foi devidamente explorado por outros autores.
Houve quem metesse em causa se o livro seria ficção cientifica, contudo, creio que isto é o mais puro que a ficção cientifica pode ser. Não são só as tecnologias que fazem um livro de ficção cientifica, é também como o conhecimento e as alterações mudam a sociedade.
Recomendo vivamente a quem quiser ler um bom pedaço sólido de ficção cientifica.

Classificação: 4 estrelas

Leia também

Deixar uma resposta