Chá de Domingo #43: O Conflito é Essencial!

Há várias maneiras de organizar a estrutura de uma história, mas todas elas tem uma coisa em comum: O Conflito!

Uma história sem conflito não tem interesse, logo é essencial criar conflito desde a primeira linha. O protagonista precisa de ser desafiado a cada momento e o problema precisa de crescer até à resolução final. Assim sendo, vou deixar algumas dicas para poderem criar conflito:
1 – Um conflito não necessita de um vilão. O conflito pode advir apenas da inseguranças ou dúvidas do protagonista. Pode provir de uma personagem bem intencionada que acaba por contrariar a personagem principal.
2 – Criar sarilhos. Tudo na história deve criar sarilhos para a personagem principal de modo a que a tensão não desapareça. Se a vossa personagem tem de enviar uma carta, não a deixem simplesmente enviar a carta, os correios tem de estar prestes a fechar, tem de lhe faltar as moedas ou o autocarro não aparecer. Dificultem a vida ao vosso protagonista e os leitores ficarão presos ao livro.
3 – A situação tem de se agravar. À medida que a história avança, o conflito tem de agravar, colocando mais e mais em jogo. Podem conseguir envolvendo mais personagens ou colocando em risco aquilo que o protagonista mais valoriza.

4 – A vossa personagem muda. O protagonista tem de mudar face ao desafio que lhe é colocado. Não pode ter as mesmas ideias e atitudes do início da história. O conflito não pode ser apenas externo, tem de ser também interno.
5 – Guardem a resolução do conflito principal para o final. Diversos conflitos podem surgir na vossa história, mas o principal, que motivou a história e que a abriu só deve ser resolvido nas últimas páginas. Prendam o leitor, não revelando o desenlace demasiado cedo.
Que outras dicas conhecem para aumentar/melhorar os conflitos das vossas histórias?

Leia também

Deixar uma resposta