Nanowrimo: Dia 6

Hoje o dia resumiu-se a umas míseras 1644 palavras, perfazendo um total de 14655. Posso culpar a bateria do portátil, que não aguentou quanto precisava para completar as 2000. A vontade de escrever à mão era pouca, por isso ficou por isso mesmo. Não há pesos na consciência, a minha meta são as 60000, por isso ainda tenho um bom avanço que posso desperdiçar em dias como este.

Tenho quase um quarto do livro escrito e há pessoas que estão a conseguir fazê-lo muito mais rapidamente. Sem qualquer ironia ou sarcasmo, eu fiquei verdadeiramente fascinado com as pessoas que conseguem escrever 3000 palavras numa hora. Eu não consigo, por várias razões: a primeira e mais óbvia é que não consegui mandar o meu editor interno passear totalmente. A segunda prende-se com voltar atrás e acrescentar detalhes. Ambas e juntas atrasam-me bastante. Como estou adiantado, vou continuar com o mesmo esquema e só mudo se começar a ficar com um atraso crónico.

Leia também

Leave a Reply