Livros: The Girl Who Kicked the Hornet’s Nest

O encerrar desta trilogia não desiludiu.

Autor: Stieg Larsson

Sinopse: We could expect it: the Lisbeth Salander is not dead, but a bullet to the brain makes your life hangs by a thread. While it remains isolated in a hospital room under police surveillance, will share the corridor with his worst enemies: the Alexander Zalaixenko is Zala.
In Mikael Blomkvist, meanwhile, is about to publish one of his fearsome newspaper articles, which shake the Swedish society and questioned the credibility of the system security and justice in the country. And who will be in Mikael reveal the perverse connection that kept these estates with the heroine who, despite their wounds, get to use your hacking skills to get out of a trap of unimaginable dimensions.

Assim que terminei o volume anterior, comecei neste. Este volume parece ter menos momentos parados que floresciam nos dois primeiros, o que é determinante na minha apreciação do livro. As questões que foram levantadas nos outros livros necessitavam de ser respondidas e foram-no, com muita competência e nada rebuscado. As personagens têm vida própria com se existissem realmente. A trama foi criada de um modo brilhante, cheio de detalhes, que no final ata todas as pontas sem desapontar. O crescendo faz-nos crescer um nervoso miudinho que para ser aplacado nos obriga a virar página após página. As descrições fazem-nos imergir na Escandinávia contemporânea e real. De todos, este foi o meu favorito. Só tenho pena que o escritor tenha falecido sem deixar mais policiais destes.
Recomendo vivamente esta antologia a quem gosta do género e a quem pondera experimentar!

Classificação: 5 estrelas

Leia também

Deixar uma resposta