Livros: A dialética da liberdade

Comprei este livro há uns oito anos. Esteve por aqui perdido até ao dia que me deparei com ele e decidi lê-lo!

Autor: José Manuel Alves Ribeiro

Resumo: Estamos possivelmente assistindo, nesta conturbada época, à mais vasta e profunda crise da Humanidade.
Crise de valores, ocaso de uma Civilização, ou charneira de duas culturas, caracteriza-se pela instabilidade da vida quanto ao seu ideal, à sua finalidade – e daí um tipo indefinível de Homem que pretende flutuar fora de qualquer força que o fixe: Deus, tradição, família, espaço geográfico, gravidade…
Em que ficaremos?

O autor tenta explicar a sua visão do universo, mas falha completamente! Não digo que não tem ideias interessantes ou que valham a pena ser exploradas, contudo a execução foi a pior possível. O livro está pretensioso demais, usa abreviaturas que só confundem e está cheio de erros ortográficos. Os gráficos não tem qualidade suficiente para poderem ser entendidos e as ideias são demasiado confusas, parecendo que o autor preferiu complicar ao invés de simplificar. Está cheio de erros científicos, mostrado que o autor fala da matemática e física com uma abordagem errada de senso comum. Os diálogos são fraquissimos e os poemas passei por eles como quem passo por uma desconhecido na rua. A leitura foi uma verdadeira tortura!

Recomendo este livro apenas a masoquistas!


Classificação: 1 estrela

Leia também

Deixar uma resposta