Chá de Domingo #30: Música de Escrita

No outro dia falei-vos da vossa música de leitura aqui. Hoje vou falar-vos da música para escrever.

Para mim, a música é essencial enquanto escrevo. Preciso de algo que abafe os mil e um ruídos que me rodeiam e sobre os quais não tenho controlo. Por outro lado, é importante ter uma música que imprima um ritmo à escrita. A banda sonora escolhida não deve ter letra ou a língua cantada ser diferente da em que estou a escrever para evitar que comece a usar palavras vindas da música. O género tem de ser do meu agrado e ser compatível com o que quer que esteja a escrever. As minhas escolhas caem, em geral, em bandas sonoras de filmes, rock, e metal.

Fiz então a seguinte pergunta a outro bloguers e também escritores: Usas música para escrever? Se sim, que tipo de música?

“Depende bastante do que esteja a escrever. Normalmente há dias em que prefiro escrever em silêncio mas, se estiver numa cena mais intensa ou emocional gosto de por uma banda sonora mais triste. Gosto sobretudo de rock ou musica clássica.”
– Raquel Abel, Tiny-Little Pleasures
“Costumo sim. uso a música para me equacionar melhor com a escrita, para entrar na mesma frequência do que estou a escrever, por assim dizer. Hoje em dia oiço muito post-rock (é o que estou a ouvir agora). Sobretudo instrumental. A energia, o tom épico e a relativa complexidade dos arranjos ajuda-me a revitalizar o texto.”

– Pedro Galvão, Sequencial Scripts

“Gosto muito de ouvir música enquanto escrevo, um som de fundo que inspira e ajuda a concentrar. Dou preferência a música clássica, bandas sonoras mais “épicas” ou música folk/céltica.”
– Carina Portugal, As Ameias do Crepúsculo

Leia também

1 comentário

Deixar uma resposta