Chá de Domingo #7: Bloqueios

Chegámos ao Chá de Domingo número 7! Faltam cerca de quarenta e cinco minutos para a hora normal de saída do artigo e eu ainda não sei sobre o que escrever. Houve muitas coisas interessante que aconteceram esta semana, mas nenhuma que valha um artigo. Dou uma olhada para os anteriores: Maus Finais, Procrastinar, Livros por Ler, Sagas Inacabadas, Antagonistas e Deitar livros para o Lixo. Mas só quando volto atrás e leio o que já escrevi é que tenho uma mini-epifania e me ocorre um tema.

Nas últimas semanas dei por mim num bloqueio criativo. Tenho um livro para rever, outro para acabar e um para planear para o Nanowrimo. Com tanta coisa para fazer, era natural que se não me inclinasse para um projecto, pelo menos me deveria inclinar para outro. Mas não! A única coisa produtiva que fiz durante a semana foi arrancar um conto a ferros. São alturas em que até o tecto é mais interessante que o teclado ou a caneta.
Muitos artistas passam pelo mesmo tipo de bloqueio criativo, apesar de ser mais conhecido no caso dos escritores. Este tipo bloqueios podem durar minutos ou até mesmo anos. Existem meios de lutar contra eles, sendo um deles o Nanowrimo.
Parece que o único remédio é aceitar que não podemos produzir sempre que queremos e que há factores limitantes: cansaço, motivação, tempo, etc. Por outro lado aproveitar todos os momentos em que temos condições para escrever. E, como diz a imagem, manter a calma e continuar a escrever.
Outra coisa que faço quando me sinto a bloquear é fazer um chá. E vocês? Quais são os vossos sintomas típicos de bloqueio? O que é que vos faz ficar bloqueados?

Leia também

Deixar uma resposta