Camp Nanowrimo Abril de 2020: Dia 6

camp nanowrimo

Caros aficionados do Nanowrimo, devem ter reparado que fiquei ausente nos últimos 2 dias. Infelizmente, vicissitudes do meu trabalho afastaram-me não só do It’s Alive como do Camp Nanowrimo. Neste momento, tenho um grande atraso que preciso de recuperar. No entanto, não desisto já desta edição! Vou continuar a escrever e a relatar aqui a minha experiência.

camp nanowrimo

Como o prometido é devido: vou falar-vos da história que estou a escrever neste desafio. Alguns dos que seguem o meu trabalho, conhecem o livro As Nuvens de Hamburgo. Chama-se, provisoriamente, As Lágrimas de Vukovar. Seguimos as peripécias da Marta, desta vez na Croácia. A cidade Vukovar foi central na Guerra de Independência da Croácia. Foi palco de um cerco prolongado, combates violentos e crimes contra a humanidade. A inspiração para escrever esta história veio nos últimos meses em que vivi na Croácia, quando visitei a cidade e senti o peso da sua história recente. Um sentimento muito semelhante ao dos campos de concentração. Nessa altura já tinha escrito As Nuvens de Hamburgo, mas não as tinha publicado. Foi a primeira vez que considerei dar continuidade a uma personagem e a um universo.

Personagem Principal

Posso dizer que está a ser uma experiência interessante. Em primeiro tenho já um bom conhecimento da personagem e antecedentes muito bem definidos, por outro lado, estou limitado pelo que já escrevi sobre ela. Quero que a minha personagem principal continue a ser forte e determinada, mas também que tenha evoluído após o que lhe aconteceu no primeiro volume, sem ficar demasiado estranha. Será um desafio interessante!

progresso

Portanto, apesar do atraso brutal, estou de volta ao activo e espero conseguir recuperar nos próximos dias. Hoje posso ter-me ficado pelas 544 palavras, num total de 4350. Ou seja, uma diferença de 5652 palavras. Vamos ver como consigo recuperar.

Sigam a minha jornada literária aqui. Até amanhã!

Leia também

Deixar uma resposta