Camp Nanowrimo: Abril de 2016 – Dia 7: Confrontos!

Uma boa história precisa de um bom conflito, ou até vários!

Não há regra mais transversal e universal na escrita de um romance do que o conflito. Seja ele protagonista versus antagonista, protagonista versus natureza, protagonista versus protagonista, protagonista versus divindade, protagonista versus sociedade, ou outros, o conflito é o combustível da trama. Se quiserem saber mais, podem ler este artigo e este também. Eu cheguei ao momento da história em que há vários conflitos a decorrer. Muitos deles pareciam secundários, mas ganharam relevância. Em especial aqueles que se referem às personagens que querem as mesmas coisas mas não se entendem no modo de as obterem.
Consegui escrever 1511 palavras, chegando ao total de 9144. Portanto, no fim da primeira semana do Camp Nanowrimo, consegui cumprir pouco mais de um quinto da meta total. Traduzindo por miúdos, deveria estar nas 10500 palavras. Chega de números!
O planeamento esgotou-se, o que significa que amanhã irei ter de planear antes de poder começar a escrever. O facto de não ter nada planeado está a mostrar ser um dos principais entraves ao sucesso deste desafio. Enquanto me lembrar disto, não volto a cometer o mesmo erro.
E por hoje é tudo.

Leia também

1 comentário

Deixar uma resposta