Livros: Lusitânia 2

Depois de um primeiro número invejável quando comparado com outras iniciativas do género, estava curioso para ver se conseguiam elevar a fasquia. A capa ficou mesmo apelativa!

 

 

Autores: Carolina Vargas, Inês Montenegro, João Franco, Margarida Mendes, Pedro Cipriano e João Barreiros
Resumo: Uma publicação de ficção especulativa com base na cultura portuguesa.

Nela podemos encontrar os contos:

A sereia de Cacilhas – Carolina Vargas
A carta – Pedro Cipriano
A fonte dos Grifos – Inês Montenegro
O indicador de Deus – Margarida Mendes
O teu semblante pálido – João Franco
O coração é um predador solitário – João Barreiros

 

 

A revisão foi feita com mais cuidado que na edição anterior e o design interno está muito mais apelativo, o único senão são os espaços em branco que poderiam ser aproveitados.

A sereia de Cacilhas
Gostei da ideia e da maneira como foi desenvolvida. O inicio está um pouco fraco e o estilo de escrita conta mais do que devia, sendo os únicos pontos menos bons deste conto. Um pouco indeciso na classificação, decidi ser generoso. 4 estrelas

A Carta
Abstenho-me de comentar este por razões óbvias.

A Fonte dos Grifos
Apesar de tudo o conto está bom, mas fiquei desiludido porque esperava mais da Inês. Falta algo que não consigo definir! 4 estrelas

O Indicador de Deus
Foi o conto que mais deixou a desejar de toda a revista. Não gostei da abordagem nem do estilo empregue. 2 estrelas

O teu semblante pálido

Este conto está a um bom nível em todos os aspectos. Seria sem dúvida o melhor conto se não fosse o início. 4 estrelas

O coração é um predador solitário
Do João Barreiros esperava muito e, talvez por isso, fiquei desapontado. Algumas frases em alemão soaram-me esquisitas. Não há mais nada a apontar, mas de algum modo o conto não puxou por mim como outros do mesmo autor fizeram. 4 estrelas

 
Classificação: 4 estrelas

Leia também

Deixar uma resposta