Caderno Vermelho: Lançamento

Depois do Beta Reading em Outubro de 2013 e de uma capa muito mais atractiva, finalmente o meu primeiro livro, O Caderno Vermelho, está pronto para ver a luz do dia. Onde: Junta de Freguesia de Calvão Quando: 26 de Julho de 2014 às 17:00, inserido no aniversário da freguesia de Calvão Disponível a partir de: 26 de Julho de 2014  36 páginas Autor: Pedro Cipriano Género: Poesia/Manifesto Sinopse: Ao iniciar a viagem, o neófito nada entende, pois não consegue ver. Está cego e não o sabe. Os símbolos em que está imerso são como um livro, só o pode […]

Continue Reading

Feliz Natal: Compilação de Contos da Era Dourada

Aproveitando a época natalícia, decidi dar um presente aos meus leitores: a partir e hoje, o ebook Compilação de Contos da Era Dourada passou a ser grátis!   Uma guerra mundial pelos recursos energéticos mudou a face do planeta, levando a espécie humana perto da extinção. Cinco séculos, depois, a revolução industrial acontece pela segunda vez, fazendo ressurgir os mesmos desafios. Inclui os contos: – A Alvorada – A Escuridão – A Alergia – O Monstro e a Musa – O Fruto Proibido Podem descarregar o ebook em: https://www.smashwords.com/books/view/356796   Podem consultar e deixar as vossas opiniões em: https://www.goodreads.com/book/show/18489978-a-era-dourada

Continue Reading

A Passagem Uivante – Parte 2/2

A primeira parte está disponível em: http://pedro-cipriano.blogspot.de/2013/11/a-passagem-uivante-parte-12.html Fernando questionava-se como é que o pequeno estado podia ter aspirações tão megalómanas. Mantinham quase um décimo da população em serviço militar efectivo. Cerca de meio milhão de homens combatiam em duas frentes contra os dois estados vizinhos. Para quê, era a questão que poucos se atreviam a fazer em voz alta. E quando alguém ignorava essa regra informal, a policia do exército encarregava-se de resolver celeremente o caso. – Imobilizar veículo! – ordenou o comandante. – Artilharia fixa, 2300 metros às 11 horas. Fernando travou a fundo, parando o tanque em poucos metros. […]

Continue Reading

A Passagem Uivante – Parte 1/2

Este texto foi publicado no primeiro número da Revista Lusitânia. Fernando apreciava o pôr-do-sol contra o horizonte escarpado. O vento assobiava pelas encostas e a Este o fumo subia. O jovem Cabo tentou ignorar os motores dos aviões que rugiam sobre a sua cabeça. A guerra rodeava-o a cada momento e a cada instante ele tentava esquecê-la. Alguns soldados acendiam fogueiras no meio do acampamento. Sabiam que a paz naquele regimento blindado era algo temporário, mesmo assim estavam determinados a preparar o seu jantar como se de mais um dia vulgar se tratasse. Depois de seis anos de guerra contínua, […]

Continue Reading

A Primavera – Parte 2/2

Este conto faz parte da antologia Legado de Eros: Podem encontrar a primeira parte em: http://pedro-cipriano.blogspot.de/2013/11/a-primavera-parte-12.html As sirenes ouviram-se a meio do jantar. Num momento de hesitação, mãe e filha fitaram-se. Ana levou a taça à boca e sorveu o resto da sopa sem respirar. Levantou-se num pulo e foi ao quarto buscar um cobertor, encontrando a mãe à porta com uma vela e fósforos. A progenitora trancou a porta, havia sempre quem se aproveitasse da confusão para se apoderar do alheio. Desceram as escadas, saindo pelas traseiras do prédio. Apressaram-se a galgar os degraus que conduziam ao abrigo. A construção […]

Continue Reading

Anjos da Morte

Bruno sabia que o inimigo ia chegar a qualquer momento. Alinhou o avião com a pista e levou o motor ao máximo de rotação. O caça ganhou velocidade, percorrendo a faixa delimitada pela dupla fileira de luzes. Ia a meio da pista quando o aparelho de João levantou voo. Esperou uns segundos e puxou os controlos, consciente que outro avião o seguia. A aeronave deixou o solo, seguindo a de João. Rangeu os dentes e apertou os comandos com força para não tremer. Era a sua primeira missão e a cidade estava sobre ataque. Faltavam uns minutos para o ano […]

Continue Reading